Uncategorized

Códices Maias

A MARAVILHOSA DANZA DE VÊNUS COM A TERRA. A inspiração dos Maias, escrito no Códice Dresden.

Os códices maias são livros desdobráveis produzidos pela civilização maia na época de seu esplendor.

Os textos estão redigidos utilizando caracteres hieroglíficos maias que foram inscritos sobre papel mesoamericano produzido a partir da casca de algumas árvores, sobretudo algumas espécies de figueira (Ficus padifolia e Ficus cotinifolia).

Esse papel, conhecido como “Amatl! em idioima Nahuatl era chamado “huun” pelos maias.

Estes códices são o produto do trabalho de escribas profissionais da época.
Os maias desenvolveram o seu “huun” por volta do século V, e comparado com o papiro era mais durável e mais apropriado à escrita.
CÓDICE DE DRESDEN
O Códice de Dresden encontra-se na Sächsische Landesbibliothek, a biblioteca estadual de Dresden, na Alemanha. É o mais elaborado dos códices maias, bem como uma importante obra de arte. Muitas seções são ritualistas (incluindo os chamados “almanaques”), outras são de natureza astrológica (eclipses, ciclo de Vênus)
CICLO DE VÊNUS
É um calendário importante para os maias, muita informação sobre esse planeta encontra-se no Códice de Dresden.
As cortes maias tinham à sua disposição astrônomos capazes de calcular o ciclo do planeta Vênus com grande precisão.
Existem seis páginas no Códice de Dresden dedicadas ao cálculo preciso da localização de Vênus.
Os maias foram capazes de obter tal precisão graças às cuidadosas observações efetuadas ao longo de vários séculos.
Os seus astrônomos-sacerdotes perceberam que Vênus, a Estrela da Manhã e a Estrela da Noite eram o mesmo planeta.
Para o período sinódico de Vênus, eles usaram a figura representando 584 dias, o número inteiro mais próximo ao valor verdadeiro, 583,92.
Este período sinódico foi dividido em quatro posições de Vênus:
1. Estrela da Manhã (236 dias),
2. Desaparecimento em Conjunção Superior (90 dias),
3. Estrela da tarde (250 dias),
4. Desaparecimento (na Conjunção Inferior ) (8 dias).
Este calendário de Vênus foi entrelazado com o seu sagrado calendário Tzolkin de 260 dias (13 números x 20 dias ) e o Calendário Haab de 365 dias (18 meses de 20 dias mais 5 dias extras ), dando um total de 52 anos de entrelaçamento, o que nos chamaríamos de século maia.
Curso especial calendários maias.

Mais informação: https://institutopistissophia.com.br/tzolkin-maya/

0
WhatsApp chat